voos cancelados
Criatividade

4 motivos mais inusitados de voos cancelados da história

Os voos cancelados ainda são um problema que atrapalha muito a vida dos passageiros, principalmente quando a companhia aérea não se prontifica a resolver a situação.

A boa notícia é que hoje já existem empresas que ajudam o consumidor a ser indenizado, recorrendo à justiça de pequenas causas e impedindo que os passageiros fiquem no prejuízo.

De qualquer forma, existem cancelamento de voos que independem da vontade da empresa aérea – e alguns foram causados por motivos bem bizarros. Veja os mais inusitados da história!

  1. Problemas médicos

Uma companhia aérea do Reino Unido informou aos passageiros que o motivo do atraso no voo era um problema médico. Porém, quando a empresa foi chamada ao tribunal para esclarecer o caso, os funcionários contaram uma história bem diferente.

A emergência médica, na verdade, foi um problema digestivo que causou inúmeras visitas ao banheiro da aeronave. Ainda que o avião contasse com mais de um banheiro, o piloto achou melhor adiar a decolagem até que tudo estivesse limpo.

  1. Cheiro ruim

Aliás, o mau cheiro dentro das aeronaves não é um caso isolado. Em março de 2015, um voo da British Airlines de Londres a Dubai teve de retornar ao aeroporto de decolagem devido ao cheiro ruim que estava insuportável. Os passageiros só puderam embarcar novamente no outro dia.

Em 2013, foi a vez dos passageiros de um voo da Lufthansa de Estocolmo para Frankfurt sofrerem com o cheiro desagradável. O avião teve de aterrissar no meio do caminho, em Copenhague, porque os viajantes não estavam suportando o odor. Mais tarde, foi informado que o problema era do carpete que tinha sido instalado dias antes.

  1. Passageiros descontrolados

A cena mais inusitada aconteceu com um avião da Korean Air que já taxiava para decolar quando teve de regressar ao portão de embarque do aeroporto JFK.

O motivo foi causado pela filha do dono da empresa aérea, Cho Hyun-ah que exigiu que um tripulante fosse retirado após fazer uma cena porque as macadâmias servidas à bordo foram entregues no pacotinho e não em um prato.

Outra situação aconteceu em um voo do Havaí para o Japão, no qual uma passageira se recusou a se sentar na sua poltrona porque queria praticar yoga dentro da aeronave. O piloto achou melhor retornar ao aeroporto da partida para desembarcar a passageira.

  1. Bichos à solta

Ratos, cobras e escorpiões também podem ser motivos de voos cancelados e atrasados. Em 2015, o voo da Alaska Airlines entre Los Angeles e Portland teve que ser cancelado depois que um escorpião picou a mão de uma passageira.

Em 2014, o voo da Qatar Airways que ia de Dohra a Madri atrasou 6 horas porque o avião foi infestado por ratos e as equipes tiveram que usar produtos contra os bichinhos e aguardar até que aeronave estivesse livre dos roedores.

Já em 2012, um voo entre Cairo e Kuait precisou fazer uma parada não programada porque um passageiro que era dono de uma loja de répteis deixou a sua cobra de estimação escapar da sua bagagem.

Apesar de todos esses serem motivos completamente bizarros, a legislação brasileira prevê que o passageiro que se sentir lesado por causa de voos cancelados ou atrasados busque seus direitos.

No caso de voos cancelados ou atrasados, por exemplo, quem foi lesado tem direito a reembolso, reacomodação em outro voo (mesmo que seja por outra empresa aérea) ou transporte por outra modalidade, como táxis, ônibus ou van. Além disso, também poderá pleitear uma indenização por dano moral quando o atraso ou o cancelamento lhe trouxer outros inconvenientes.

Gostou deste conteúdo? Então compartilhe o nosso post nas suas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *